Número total de visualizações de página

domingo, 22 de abril de 2012

Mensagem de Jesus 22/04/2012


"O caminho"

Amados Irmãos, que a Paz e o Amor da minha essência estejam sempre presente em vossos corações!

Eu Sou Jesus, que foi o Cristo encarnado!

Hoje Venho transmitir-vos confiança na Luz! Venho inspirá-los a serem sábios e perseverantes em vossos caminhos!

O caminho que leva à libertação pessoal é longo, cheio de mistérios e peripécias, muitas vezes incompreensíveis aos vossos olhos!

Cada canalização, de qualquer canalizador, vem de encontro à inspiração que vai tendo no seu dia-a-dia! São situações com que se deparam que vão sendo assimiladas como aprendizados! Esses aprendizados vêem então desbloquear códigos que estão bem dentro de cada um! Sim porque tudo já está aí dentro e com as lições do dia-a-dia, vão desbloqueando os códigos! Ora, esses códigos desbloqueados criam "imagens", criam sensações, criam uma inspiração! Então aí sim, o canalizador atraí ou "chama" as energias que se enquadram melhor com o aquilo que têm no coração, naquela altura!

São vocês que Nos atraem pela energia que emanam! Nós também estamos dentro do vocês! Somos expressões mais depuradas do todo! Somos também vocês mas numa outra consciência e vimos manifestar os códigos que conseguiram desbloquear!

Quando o canalizador se prepara para, ou escrever, ou falar, ou outra qualquer forma de canalizar energia, ele já tem tudo aí dentro, apenas agora já consegue exprimir na vossa dimensão!

É um processo lento mas de uma beleza sem igual! O tomarem consciência de algo, dá-vos uma sensação de plenitude maravilhosa, não é?

Estão, a bem dizer, alinhados com o  realmente são, estão alinhados com a consciência Una!

Quando tomam consciência, não há como não saber que encontraram a verdade, e têm a certeza disso! É uma noção de estar certo! É o não pensar, o não esquematizar, o não temer! A consciência é isso e muito mais! É o alinhamento total!

Todos vocês seres encarnados aí, são canalizadores! Uns com consciência disso, outros não! Mas todos conseguem, em determinadas alturas, o alinhamento! Como o planeta Terra é um planeta escola, vocês ainda estão no processo de aprendizagem em vos manterem totalmente alinhados com a consciência Divina! O dia vai chegar sim! Garanto-vos que uma lição bem aprendida, nunca mais esquecem!

Então apazigúem-se, fiquem relaxados e mantenham-se felizes! Centrem-se em tirar partido dos vossos dias e encontrem em cada momento onde estará a chave que desbloqueará mais um código, não é maravilhoso? Para terem mais inspirações, para terem mais canalizações, para se alinharem cada vez mais! E Vejo amados, Sinto todas as inspirações que irão conseguir e Digo-vos, é indescritível por palavras a felicidade que Me transmite!

O caminho, dificilmente vocês conseguem ver o quanto maravilhoso é! Com os vossos olhos de 3ª dimensão, sei que é muito difícil compreenderem quando algo não corre bem ou quando uma situação ou um problema surge! Sei que, embora os mais despertos aceitem, têm muita dificuldade ou dificilmente se sentirão felizes pela experiência! Compreendo que como não conseguem discernir com uma consciência mais elevada e mais ampla, sentem-se tristes quando algo não está como gostariam que estivessem!

Por isso é tão importante viverem o dia-a-dia centrados no presente, centrados em aprenderem, para desbloquearem códigos que vos levarão à vossa Mestria, ao entendimento! E o entendimento traz consciência que por sua vez traz Paz e Harmonia!

Esta é a vossa hora de aprenderem, aproveitem Amados! Aproveitem e sejam Felizes!

Mais uma vez repito, cada um está onde deve estar!

Não vivam obcecados em fazer melhor, questionarem e tentarem perceber tudo, e porque isto ou porque aquilo! Isto só vos levará ao desespero e o desespero não é evolução!
 
Evoluir é viverem felizes e terem o discernimento para sentirem o que é importante ou não!

Abracem as experiências com Amor, porque Amor é o que vocês São!

Eu Amo-vos eternamente, os Meus braços envolvem-vos! Sintam-se amparados!

Eu Sou Jesus, o vosso Amigo!

Mensagem Canalizada por Jorge Dinis