Número total de visualizações de página

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Eu, Jorge!

Olá a todos!

Hoje venho escrever algumas linhas, ou muitas se calhar... eheheh! Vai depender do que sentir na hora!

Senti necessidade de escrever este texto.... há já uns meses que não tenho postado nada, não por ter abandonado o blogue ou muito menos por ter deixado a espiritualidade para trás, quando se inicia, não há volta a dar, como muitos sabem.... mas por ter tido vontade, um dia de parar de escrever!

Um dia dei comigo a pensar que será que não estaria a dar demasiada importância à canalização e haveria outros aspectos que estaria a deixar um pouco "de lado"? Dei comigo a pensar que será que já estaria em mim tudo resolvido e que já não haveria mais nada para trabalhar?
Vou tentar explicar melhor o significado das minhas palavras! A canalização, chegou a um ponto em que era automático.... pensava, ok vou canalizar uma mensagem.... lá escrevia um texto, punha no blogue e pronto, já estava o "dia ganho".... sentia, lá no fundo, que se os Mestres me escolhem como canal, é porque estou no bom caminho!

É claro que sempre tive a certeza em mim de onde o meu coração estava, mas comecei a ter a sensação que poderia estar a "deitar-me à sombra da bananeira"... Então um dia resolvi parar....
depois de reflectir tentando ser o mais honesto comigo próprio, senti que deveria explorar outros aspectos em mim que estariam à espera da minha atenção!

Senti que eu ainda tinha muito a aprender e que a canalização, embora maravilhosa, não é o fim do caminho, faz parte dele!

Este tempo de paragem foi um tempo em que parei de focar, fui vivendo o dia a dia tentando estar o mais relaxado possível, do tipo, não pensar muito, deixar correr, deixar fluir. Tentar intuir a vida!

Deixei de participar em grupos de meditação, meditações sozinho só muito de vez em quando e até contacto com outras pessoas do meio espiritual, decidi parar um pouco!

Então houve uma altura que senti necessidade de compreender o que realmente sou, onde me encaixo no meio disto tudo... tentar compreender DEUS (ou o que lhe quiserem chamar), tentar consciencializar-me profundamente de o que significa ser um expressão d'Ele! É claro que me parece impossível de estarmos totalmente cientes disso enquanto por aqui andarmos... eheheh mas foi uma fase interessante! Isso fez com que eu compreendesse a responsabilidade que tenho, que aliás todos temos claro... 
"Ser uma expressão de DEUS", punha-me a pensar nisso... sentir que Deus estava a trabalhar no mundo através de mim! Esse processo fez-me crescer, ajudou-me a compreender o real valor que temos, de como somos importantes, de como somos únicos, da nossa responsabilidade perante a nossa vida e de como podemos ou não criar harmonia! É claro que mesmo nesta hora, ainda estou a trabalhar em assimilar isso..... falar é fácil, a prática requer dedicação!

Um dia, depois de já ter ouvido falar sobre há algum tempo, tive vontade de ler as cartas de Cristo! Foi uma das melhores coisas que me aconteceram! O meu mundo, mais uma vez, é virado de pernas para o ar.... senti uma VERDADE e uma EMOÇÃO maravilhosa! Senti que as cartas me estavam a relembrar coisas que estão bem impregnadas na nossa energia, mas dormentes! Senti um AMOR profundo a fluir daquelas cartas!

As cartas vieram na altura certa, sinto que vieram numa altura em que estava preparado para as ler, como diz o ditado: "Quando o aluno está pronto, o Mestre aparece!"
Embora sei que vou voltar a lê-las, para se assimilar a energia das cartas o mais possível, uma só leitura não basta! Mais uma vez, estou no processo de trazer para o dia a dia, a verdade daquelas cartas.... e vai durar eheheh

Ok, tentei criar através das minhas palavras, um panorama que fizesse com que quem ler isto (se alguém tiver paciência para tal...) consiga compreender, o melhor possível, de como estou, como me sentia!

É claro que como toda a gente, tenho também um trabalho! Tenho também uma família! Tenho também outros compromissos que fazem com que tenha mais ou menos tempo para a espiritualidade... o engraçado é que ao longo de todo esse processo, pouco a pouco, lá me veio outra vez, aquela sensação que poderia estar "deitado à sombra da bananeira".... não sabia bem porquê...
parecia-me que relativamente à canalização deveria estar um pouco "enferrujado", mas isso é porque tinha assim decidido! De vez em quando durante o dia tentava abrir-me.... mas não sentia nada... nunca dei muita importância! Como já referi, meditação só muito poucas e quando fazia, tentava estar no "estado zero"..... algumas vezes quando decidia meditar, lá aparecia uma ou outra coisa que fazia com que eu não fosse, ou porque ficava preguiçoso e já não me apetecia. Outra vezes e agora ultimamente, quando meditava, adormecia logo, não conseguia manter-me lúcido.... aí pensava que não devia ser exigente comigo, já compreendia como as coisas funcionavam e tudo bem..... mas a questão é que a tal sensação da bananeira foi crescendo....

Há alguns dias atrás, lá fui fazer uma meditação! Estava então naquele estado de não pensar em nada... estava a sentir-me bem.... de repente uma imagem.... senti umas presenças, 3 ou 4....senti umas entidades, senti uma boa energia, senti que eram nossos Irmãos Arcturianos.... senti como que a cumprimentar.... senti que voltaria a vê-los... haveria alguma coisa a fazer...... foram...... outra vez estado desfocado.... outra imagem..... uma entidade..... senti que era um nosso Irmão de Orion... senti a cumprimentar...... foi......

Esta experiência despertou algo em mim! Eu não estava à espera de nada.... estava "noutra" e eles apareceram...

Tudo isso, após meditar e falado com pessoas amigas sobre o assunto, deu-me vontade de arregaçar as mangas! Senti que estaria na hora de voltar a trabalhar com empenho! Senti que se calhar estava a desperdiçar alguma coisa.... estava na hora de agir e mentalizei-me para isso, como se tivesse dado uma ordem interior e o meu ser se colocar em posição de acção!

Então passando 1 ou 2 dias, decidi meditar! Já com aquela outra disposição, com vontade de andar para a frente! Mais animado, mais convicto do que tinha de fazer...... então ok, lá me preparo para a meditação..... primeiro algumas respirações, uma pequena prece de Jesus..... comecei a meditar......
não conseguia estar centrado...... adormecia logo..... a diferença é que agora sonhava coisas..... via ambientes escuros..... pessoas vestidas de escuro.... pareciam que ralhavam comigo..... cenas esquisitas..... cães mortos..... ia acordando e adormecendo.... e sempre o mesmo..... Decidi parar de meditar! 
Fiquei triste, sem saber porque é que sonhava aquilo.... agora que estava empenhado em "recomeçar", não conseguia meditar?
Decidi falar com uma grande amiga dessas andanças, que me disse para eu pedir ao Arcanjo Miguel protecção, que poderia haver aí qualquer coisa a tentar estorvar.... Ok, decido fazer aquela meditação dos 21 dias do Arcanjo Miguel! Ainda só vou no 4 dia, penso eu, e os resultados são espantosos.... na primeiro dia, canalizei logo uma mensagem do próprio Arcanjo Miguel, no dia seguinte canalizei uma mensagem de Saint-Germain e outra de Jesus, ontem canalizei outra mensagem, desta vez de Mãe Maria..... e penso que não vai parar por aí! As canalizações foram muito rápidas e espontâneas..... vinha-me aquela sensação de estar a ser puxado para cima pela cabeça (esses maravilhosa sensação que já não sentia há algum tempo) e sabia que tinha de escrever! A primeira do Arcanjo Miguel, senti aquela sensação e estava a falar por Messenger com a tal grande amiga, estava para não dar muita atenção ao caso mas contei-lhe o que se estava a passar, ela disse-me "escreve, escreve, escreve...." e a mensagem saio como uma fonte!

Amados Irmãos, a lição que posso tirar hoje é que além de a espiritualidade ser uma coisa que é certa sem ser certa, isto é, cada um é um ser espiritual, mas todos temos processos diferentes! Saber que na espiritualidade não há obrigação nem julgamento de nada, cada um vai na sua velocidade! Saber que seremos sempre Amados, façamos o fizermos... que Eles nos amam e nos apoiam ponto final..... hoje compreendo também que a espiritualidade requer dedicação, requer muito consciência! Requer muito ser-mos 100% honestos connosco e sentir "como estou hoje?" Esse deve ser um trabalho diário, não no sentido se ser uma coisa difícil e chata, que somos obrigados a fazer, nada disso! No sentido de nos responsabilizar-mos por nosso caminho! Como sabem, na espiritualidade (ou outra coisa que lhe queiram chamar.... heheeh) o tempo não conta, não é preciso estar de manhã à noite de joelhos a rezar para sabermos que estamos de bem com a vida. Basta muitas vezes pequenas acções, pequenas consciencializações para sabermos onde estamos! O coração é nisso é espantoso, é infalível.... ele sempre nos diz se está ou não tudo em harmonia! Ele está ligado ao universo, ele sabe!
Lembram-se de vos falar daquela sensação da bananeira? Era o coração a falar.... vejo isso agora perfeitamente! 
Sinto que se não adoptar-mos uma postura de dedicação e relembrar ao universo e a nós que estamos disponíveis! Sinto que se não tivermos uma postura pro-activa, de compromisso, depressa podemos ser ludibriados como sinto que houve um momento no processo que narrei, que estava!
Sinto que este não é mais uma tempo de "deixar andar"....
Não sei ainda ao certo porque será porque assim aconteceu..... não sei se terá a ver com a nossa infantilidade espiritual, ou se serão energias mais "densas" que nos apanham "desprevenidos" e facilmente nos fazem crer que continuamos em alta, ou se será outra coisa qualquer que terá a ver com o "jogo" que nós jogamos e então as regras são assim mesmo..... sinceramente não sei! Não sei responder mas também não estou preocupado..... não porque sei, tenho a certeza que há alguém, há uma consciência que nunca me deixa só!
A imagem que melhor me vem para descrever esta cena é um/a pai/mãe que está ajoelhado/a com os braços abertos e o filho vem a chorar com um arranhão no braço e o/a pai/mãe diz: " Não te preocupes, tudo vai correr bem!"

Fez-me bem abrir o meu coração, obrigado a todos por partilharem a energia destas palavras comigo!

Gratidão profunda para o alto!

(irei postar as mensagens que recebi)



Sem comentários:

Enviar um comentário